Consultório Seminário: Av. Nossa Sra Aparecida,661 | (41) 3057-9443 Clínica 24h: R. Rockefeller, 566 | (41) 3333-7226
Emergência 24h (41) 3044-9301
Outubro Rosa pet: Como proteger seus animais 
7 de outubro de 2019

Além da prevenção em humanos o movimento contribui para a saúde dos pets 

Já estamos no mês de conscientização do câncer de mama, e infelizmente esta doença também pode atingir nossos pets. O aparecimento de tumores em gatas e cadelas é bastante comum e deve ser diagnosticado o mais breve possível. Para ajudar a proteger seu pet, a Clínica Vet Produtor separou algumas dicas, confira. 

Ocorrência nos animais 

A incidência do câncer de mama nos pets vem crescendo muito ultimamente. A maior expectativa de vida dos animais, aliada a fatores genéticos e nutricionais, contribui para este quadro.  

O câncer de mama corresponde a 50% dos tumores em cadelas e já é o terceiro tipo de tumor mais comum em gatas. A doença pode atingir animais de qualquer idade, mas é mais frequente em pets adultos e idosos. 

Prevenção e castração 

A castração é fundamental na prevenção dos tumores nos pets, e possui melhores resultados se realizada antes do primeiro cio. A incidência de tumores nestes animais é de apenas 0,5%, porém se a castração é realizada após o período fértil, o índice sobe para 8%. A cada ciclo o risco aumenta, trazendo mais perigo para a saúde do animal.  

A situação é grave, já que cerca de 80% dos tumores que afetam as gatas é maligno. Nas cadelas a taxa é menor, de 50%, porém a doença é mais recorrente em animais desta espécie. 

Diagnóstico 

Para perceber a doença, é preciso detectar o nódulo na mama, o que pode ser feito através do contato e toque no animal. Caso alguma anomalia seja encontrada, é importante levar o pet ao veterinário imediatamente.  

Só através de uma consulta especializada poderá ser possível confirmar a presença de câncer de mama no animal e então determinar o tratamento a ser realizado.  

Tratamento  

Existem diversas formas de combate à doença, que podem incluir cirurgia ou tratamento quimioterápico.  

A intervenção cirúrgica é o método mais comum, sendo que na maioria dos casos ocorre a retirada do tumor e das mamas que foram afetadas.  

Em casos mais graves, em que a metástase tenha sido confirmada, a quimioterapia é mais indicada. O procedimento não costuma causar tantos efeitos colaterais e visa o combate à doença e a qualidade de vida do pet.  

Independente do tratamento escolhido, é muito importante cuidar do animal enquanto ele se recupera, dando muita atenção e carinho ao pet.  

 

Agora que você conhece a importância do Outubro Rosa para o seu pet, que tal agendar uma visita veterinária? Acesse o site da Clínica Vet Produtor e conheça os serviços disponíveis para manter a saúde e qualidade de vida do seu animalzinho! 

BLOG

28 de outubro de 2019
Como oferecer uma alimentação natural para o seu cachorro

Trocar a ração por alimentos frescos traz diversos benefícios para o seu pet Quem busca uma vida saudável, já...

25 de outubro de 2019
Como cuidar de um cão com câncer? 

Atendimento especializado e dedicação são fundamentais para enfrentar a doença  Se o seu cãozinho de estimação foi diagnosticado com...

18 de outubro de 2019
Encontrou um pássaro ferido na rua? Saiba o que fazer! 

Alguns cuidados são essenciais para capturar e transportar o animal em segurança Você provavelmente já avistou um pássaro machucado...