Consultório Seminário: Av. Nossa Sra Aparecida,661 | (41) 3057-9443 Clínica 24h: R. Rockefeller, 566 | (41) 3333-7226
Emergência 24h (41) 3044-9301
Os perigos da sarna para o seu cão 
18 de julho de 2019

Conheça os principais sintomas, tipos de sarna e tratamentos desta doença incômoda 

A sarna é um mal que atinge um grande número de cachorros. Esta doença é causada por ácaros que se alojam na pele do animal e acabam gerando muitos riscos. Conheça os tipos de sarna que podem atacar seu cãozinho e saiba como resolver este problema. 

Sarna Sarcóptica 

É uma das mais comuns entre os cachorros. É causada pelo ácaro Sarcoptes scabiei, e só contamina o animal em caso de contato direto entre cão e parasita.  

Sarna Demodécica 

Conhecida também como sarna negra, este tipo de sarna é causada pelo ácaro Demodex canis, um parasita que costuma estar presente na pele dos cães. Quando o animal está com a imunidade baixa, o ácaro pode se proliferar e causar os problemas típicos que a sarna provoca, como perda de pelo e coceira. 

Sarna Otodécica 

Este tipo também é conhecido por sarna de ouvido, e sua causa se dá através do ácaro Otodectes cynotis. Se concentra na parte interna da orelha do animal. A sarna de ouvido é altamente contagiosa através do contato direto, e também é muito comum entre os gatos. 

Os sintomas da sarna 

  • Coceira 
  • Descamação 
  • Queda do pelo 
  • Feridas 
  • Escoriações 
  • Vermelhidão da pele 
  • Perda de peso do animal  
  • Odor forte 

Se o seu cachorro apresentar qualquer um dos sintomas acima, um profissional veterinário deve ser consultado imediatamente. Só ele saberá como reconhecer e tratar os diferentes tipos de sarna que afetam o animal e traçar um plano de ação específico para o seu pet. 

Tratamento  

Para serem tratados, os animais afetados pela sarna devem ser diagnosticados através de exames clínicos. Existem diversos testes disponíveis, porém um dos mais usados pelos médicos veterinários é a raspagem de pele do animal. Após raspar a pele, o profissional irá utilizar o microscópio para identificar o ácaro responsável pelo problema. 

Depois de descoberto o ácaro causador da sarna, o tratamento será traçado. Geralmente, os métodos utilizados para acabar com a sarna incluem medicações orais, substâncias tópicas e banhos com produtos específicos. 

Prevenção 

Previna o aparecimento de sarna no seu cão com a limpeza regular do ambiente em que ele frequenta, e o alimente com uma ração de qualidade para que seu sistema imunológico esteja fortalecido. Além disso, evite o contato com outros cães contaminados e faça um acompanhamento regular da saúde do seu animal com um médico veterinário. 

 

Agora que você conhece mais sobre os riscos que a sarna representa para seu cachorro, confira o site da Clínica Vet Produtor e agende uma consulta.   

BLOG

doação sangue animal
13 de junho de 2020
Animais também podem doar sangue

Você sabia que os pets também pode ajudar a salvar vidas doando sangue? A atitude nobre ainda é pouco...

vacina contra a gripe cachorro
2 de junho de 2020
Vacina contra a gripe para cães: saiba quando fazer

O inverno começa oficialmente no dia 21 de junho. Com ele, vem a queda da temperatura e a preocupação...

como limpar tartaro cachorro
22 de maio de 2020
Limpeza de tártaro: quando visitar o veterinário?

Você sabia que 80% dos cães com mais de 05 anos de idade sofrem com o acúmulo de tártaro?...