Consultório Seminário: Av. Nossa Sra Aparecida,661 | (41) 3057-9443 Clínica 24h: R. Rockefeller, 566 | (41) 3333-7226
Emergência 24h (41) 3044-9301
Como escolher a opção ideal de ração para gato?
14 de fevereiro de 2019

Um dos principais cuidados na criação de um gatinho é, sem dúvida, saber escolher a ração adequada para ele. Entenda

Sabe aquela dúvida na hora de escolher a alimentação do seu felino? Pois é, ela é mais comum do que se imagina, afinal, o mercado oferece tantas opções que fica difícil saber qual a ração ideal para o seu gato.

As diferenças entre as opções são muitas e vão desde a qualidade, passando pela textura, umidade e chegando até as medicamentosas.

Os fabricantes pensam em tudo e cabe ao consumidor optar por aquela que tenha mais a ver com as necessidades e o estilo de vida do seu pet.

O que eu preciso saber?

A primeira característica que você deve avaliar é a qualidade do alimento. Existem três categorias de ração para gatos: standard, premium e super premium.

Standard

Podemos dizer que a standard é um tipo de alimento classe C. A ração desta categoria possui um menor valor nutricional quando comparada aos demais tipos. Apesar de ser balanceada, a qualidade da proteína é inferior à premium e super premium.

Outra característica marcante, mas extremamente ruim, tem a ver com a maior quantidade de corantes, sódios, palatabilizantes e conservantes que essa ração possui. Essas substâncias são prejudiciais à saúde do seu pet.

Premium

A premium é uma ração intermediária, sendo um pouco superior à standard. Porém, vale ressaltar que seus ingredientes – proteínas vegetais – possuem mais qualidade que a opção anterior. Em sua formulação também é possível encontrar resíduos dos frigoríficos, como intestinos de frango e carneiro.

Uma qualidade interessante deste tipo de alimento, tem a ver com as fezes do animal. Como em sua composição contém menos resíduos, o gatinho usará menos a caixinha de areia.

Super Premium

A super premium é, sem dúvida, a melhor ração que você pode proporcionar ao seu animal. Ela possui 100% de proteína animal, o que colabora para uma melhor digestão e diminuição do volume fecal.

Além disso, esse tipo de alimento não contém corantes e palatabilizantes em sua formulação. Os conservantes são naturais e, por isso, o animal possui a sensação de saciedade por mais tempo.

Além da diferença de qualidade, essas rações possuem um contraste muito grande nos valores. Contudo, é preciso lembrar que o barato pode sair muito caro. Por isso, opte sempre pela opção que dará mais saúde ao seu animalzinho.

Imagem: Envato

Medicamentosas

Quando o animal possui alguma doença crônica como: doença renal, problemas no coração, obesidade, diabetes e outras características médicas, ele precisa de uma alimentação especial.

Por conta disso, o mercado possui inúmeras opções de rações medicamentosas que auxiliam no tratamento dessas doenças. No entanto, é necessário ressaltar que esse tipo de ração não deve ser administrada pelo tutor.

Para saber qual a melhor e mais indicada para o problema do seu gatinho, são necessários o diagnóstico e a opinião de um médico veterinário.

Características de cada felino

Além da qualidade do alimento e das necessidades médicas do animal, é necessário pensar também nas características de vida do felino.

Filhotes

Quando o animal é filhote, ele precisa de rações próprias para a sua faixa etária. Isso quer dizer que você terá de comprar apenas ração deste tipo, pois elas possuem todos os nutrientes necessários para um crescimento saudável.

Adultos

Depois que o animal completa 1 ano de vida, você precisará modificar a sua ração, deixando de usar a dedicada a filhotes, pois nessa faixa etária o animal já assume a condição de adulto.

Esse tipo de ração geralmente é a mais comum, visto que os gatinhos passam mais tempo nessa faixa de idade. Por isso, é necessário que o alimento tenha nutrientes, proteínas e minerais suficientes para suprir as necessidades do felino.

Idosos

Quando o bichano completar o seu sétimo aniversário, você precisará escolher uma ração específica para a fase idosa do animal. Entre outras vantagens, essa alimentação ajuda no funcionamento intestinal do pet, algo que torna-se problemático nessa fase da vida.

Imagem: Envato

Castrados

Como você deve saber, castrar o animal é uma excelente forma de evitar a superpopulação de filhotes abandonados e, da mesma forma, diminuir os riscos de doença. Entretanto, para gatinhos castrados, a alimentação precisa ser especial.

A ração dedicada a essa característica é primordial para evitar o ganho excessivo de peso, muito comum após o procedimento. Você só deve trocar a ração para este tipo após o animal completar 1 ano de vida.

Indoor

Você sabia que existe uma ração especial para animais que vivem somente dentro de casa? Pois é, elas possuem uma menor quantidade de fibras, o que proporciona fezes mais secas e com menos odor.

Pelos longos

Sabe aqueles gatos que possuem uma pelagem longa e lindíssima?Eles precisam de uma ração especial, visto que a sua ingestão de pelo é maior do que a dos demais animais. Esse tipo de ração é ótimo, pois auxilia na eliminação das bolas de pelo.

E a ração úmida?

Existe muito preconceito sobre a ração úmida. Fala-se, de forma rotineira, que esse tipo de alimento não é bom para o animal. Contudo, isso não é verdade, o conjunto entre seca e úmida é benéfica para o gatinho.

A ração úmida possui cerca de 80% de água em sua composição – a seca somente 10% – e, além disso, contém pouquíssimos carboidratos. Esse tipo de alimentação é excelente para a saúde do animal, pois o auxilia a manter o peso.

A única desvantagem é que, para saciar o felino, são necessárias de seis a sete porções diárias. Por isso, procure intercalar, de forma inteligente, a disposição dessa ração ao gatinho.

Percebeu como a definição da ração ideal não é tão simples quanto parece? Agora que você já sabe um pouco mais sobre ração para gatos, saiba escolher corretamente e, em caso de dúvidas, peça ajuda ao veterinário.

BLOG

doação sangue animal
13 de junho de 2020
Animais também podem doar sangue

Você sabia que os pets também pode ajudar a salvar vidas doando sangue? A atitude nobre ainda é pouco...

vacina contra a gripe cachorro
2 de junho de 2020
Vacina contra a gripe para cães: saiba quando fazer

O inverno começa oficialmente no dia 21 de junho. Com ele, vem a queda da temperatura e a preocupação...

como limpar tartaro cachorro
22 de maio de 2020
Limpeza de tártaro: quando visitar o veterinário?

Você sabia que 80% dos cães com mais de 05 anos de idade sofrem com o acúmulo de tártaro?...