Consultório Seminário: Av. Nossa Sra Aparecida,661 | (41) 3057-9443 Clínica 24h: R. Rockefeller, 566 | (41) 3333-7226
Emergência 24h (41) 3044-9301
Como combater a obesidade felina 
25 de julho de 2019

Aprenda a identificar este problema e evite que seu gato fique fofo em excesso

Alguns animais possuem propensão para problemas de saúde, e com os gatos, infelizmente, não é diferente. Para não deixar seu felino do tamanho do Garfield alguns cuidados são essenciais. Confira abaixo: 

Brinque com seu felino 

Os gatos são preguiçosos por natureza, por isso é tão importante brincar com seu gatinho e fazer ele queimar aquelas gordurinhas a mais. 

Os bichanos adoram brincar com bolinhas – alguns até a buscam e trazem de volta se incentivados desde cedo pelos seu tutor. Ratinhos de pano também costumam fazer sucesso entre os felinos, assim como as casinhas de vários nichos, que são ponto de partida para aquela disparada maluca que os gatos tanto adoram. 

Cuidado com a alimentação do gato 

Adotar uma dieta adequada é o primeiro passo para ter um gato bem alimentado sem excessos. É importante buscar orientação de um médico veterinário ou de um nutricionista animal, só assim você saberá qual a ração mais indicada para o seu felino. 

Os alimentos super premium são geralmente os mais indicados, e é muito importante resistir à tentação de comprar rações muito baratas. Os valores nutricionais dessas rações costumam ser muito pequenos, e a ingestão prolongada pode desenvolver diversos problemas de saúde no animal. 

Seu gato idoso merece uma atenção especial 

Ao passar dos anos, o seu gatinho vai acumulando gordura devido à queda no metabolismo e o aumento das horas de soninho. Consulte um veterinário para saber se seu gato velhinho precisa se movimentar mais ou consumir uma ração especial. 

Como saber se meu gato precisa perder uns quilos 

Gatos obesos podem desenvolver diabetes, problemas hepáticos e nas articulações, portanto é importante saber identificar se seu gato está acima do peso. 

Uma boa maneira de fazer isso é tentar sentir as costelas do animal. Se você conseguir, é sinal que seu gato não exagerou no sachê, porém se for difícil distinguir os ossos das costelas ou não for possível senti-los de maneira alguma, significa que seu gato precisa entrar em forma. 

Como tratar este problema 

Se seu gato está mais preguiçoso do que o normal, e seu formato está mais redondo, chegou a hora de fazer uma visita ao veterinário.  

Só através de exames específicos será possível avaliar quais ações devem ser tomadas para que ele volte a ter aquele corpinho esbelto de outrora e consiga subir em qualquer armário. 

Quer cuidar bem do seu felino? Então aproveite para entrar no site da Clínica Vet Produtor e agende uma consulta para ele! 

BLOG

28 de outubro de 2019
Como oferecer uma alimentação natural para o seu cachorro

Trocar a ração por alimentos frescos traz diversos benefícios para o seu pet Quem busca uma vida saudável, já...

25 de outubro de 2019
Como cuidar de um cão com câncer? 

Atendimento especializado e dedicação são fundamentais para enfrentar a doença  Se o seu cãozinho de estimação foi diagnosticado com...

18 de outubro de 2019
Encontrou um pássaro ferido na rua? Saiba o que fazer! 

Alguns cuidados são essenciais para capturar e transportar o animal em segurança Você provavelmente já avistou um pássaro machucado...