Consultório Seminário: Av. Nossa Sra Aparecida,661 | (41) 3057-9443 Clínica 24h: R. Rockefeller, 566 | (41) 3333-7226
Emergência 24h (41) 3044-9301
Como adestrar um cachorro
21 de fevereiro de 2019

Pode parecer uma tarefa complicada, mas adestrar um cachorro é o primeiro passo para uma convivência harmônica e prazerosa.

Antes de mais nada, para adestrar um cachorro você precisará preparar o seu ambiente. Isso quer dizer que será necessário ter tudo para acolhê-lo da melhor maneira possível. Esses acessórios vão desde uma simples caminha, até alguns indicadores para fazer as necessidades no lugar correto.

Portanto, a primeira dica é: seja o animal filhote ou não, o ambiente precisa estar de acordo com ele. Quando o animal se sente acolhido pelo seu lar, os próximos passos serão mais fáceis de serem executados.

É difícil adestrar um cachorro?

É importante salientar que existem dois tipos de adestramento: profissional e caseiro. O profissional é mais indicado para treinar o animal a ser um cão de guarda, por exemplo. Já o caseiro, visa ensinar alguns comandos simples do dia a dia.

Esses comandos rotineiros vão desde ensinar o animal a urinar no lugar correto, até a fazê-lo sentar e dar a pata, por exemplo.

Visite um veterinário

Se você está com o animal há poucos dias, leve-o ao veterinário para uma primeira consulta. Caso seu cão seja um velho conhecido da família, consultas periódicas também são importantes.

Ao visitar um profissional especializado, será possível entender melhor sobre a vacinação do animal, cuidados necessários, alimentação e outros temas importantes.

Aqui na Clínica Vet Produtor, você encontrará todos os serviços para cuidar do seu pet. Acesse nosso site e saiba mais. 

Necessidades no lugar certo

Quando o animal não tem um lugar fixo para fazer cocô ou xixi, é natural que ele faça na casa toda. Por isso, você precisa ensiná-lo que determinado local é específico para isso.

Por questões de adestramento, você deve escolher um lugar seguro e limpo, longe de onde ele come e dorme. Sempre que perceber que o animal está para fazer a necessidade, leve-o para o ambiente escolhido.

Existem no mercado alguns tapetes específicos que auxiliam o animal a entender que ali é o seu “banheiro”. Você pode conhecer mais sobre esse tipo de produto clicando aqui.

Jamais esfregue o focinho do animal nas fezes ou na urina. Além de ser um ato agressivo, não ajuda em nada no adestramento, muito pelo contrário.

Sempre que o animal fizer as necessidades no lugar correto, recompense-o com um carinho ou petisco pequeno.

Comportamento indesejado

Sabe quando queremos que o animal não suba na cama, no sofá ou não pegue tênis e chinelos espalhados pela casa? Pois é, ele não aprenderá sozinho e, para isso, é preciso adestrar o cachorro.

A primeira coisa a ser feita nessas situações é repreender o animal. Dizer palavras em voz alta e com tom firme auxilia o cachorro a entender que aquele comportamento não é desejado. Evite mais que duas palavras, pois eles precisam entender o recado e não levar um sermão.

Fale coisas como: não, não pode, desce, para ou larga. Contudo, tenha paciência, pois o seu pet precisará de um determinado tempo para assimilar esse comando.

Quero que ele dê a pata!

Um dos truques mais desejados pelos donos de cachorro é, sem dúvida, ensinar o animal a dar a patinha. Embora pareça algo complicado, o ensinamento é simples.

A forma mais tranquila de ensinar o seu cachorro a dar a pata é esconder um petisco na mão e deixar que ele cheire. Ele irá tentar pegar o petisco de qualquer jeito, inclusive com a pata.

Assim que o pet colocar a pata sobre a sua mão, demonstre que ele fez o gesto certo e dê a recompensa. Vale ressaltar que trata-se de um processo demorado e, por isso, mais uma vez, tenha paciência.

Senta!

O processo de ensinar o animal a sentar funciona da mesma forma que o anterior. Pegue um petisco na mão e deixe ele cheirar. A reação natural de muitos cachorros é sentar, como se estivessem esperando a comida. Caso isso de fato aconteça, recompense com palavras de incentivo e o petisco escondido.

Entretanto, não são todos os animais que atendem a esse comando. Se for o caso do seu cãozinho, você pode optar por outra forma de aprendizagem. Ainda com o petisco, mova sua mão até a parte de trás da cabeça dele. A intenção é fazer que ele acompanhe seus movimentos e, finalmente, sente.

Como dissemos, repetidamente, é preciso ter paciência, pois a princípio, essa tarefa pode não ser tão simples.

Vimos aqui que adestrar um cachorro pode ser uma tarefa tranquila se for feita com calma e paciência. Vale ressaltar que, em hipótese alguma, deverá haver algum tipo de agressão ao animal, pois isso é extremamente prejudicial.

Caso você estiver tentando treinar o seu pet, essas dicas podem ajudar você a deixá-lo mais educado e adestrado.

BLOG

doação sangue animal
13 de junho de 2020
Animais também podem doar sangue

Você sabia que os pets também pode ajudar a salvar vidas doando sangue? A atitude nobre ainda é pouco...

vacina contra a gripe cachorro
2 de junho de 2020
Vacina contra a gripe para cães: saiba quando fazer

O inverno começa oficialmente no dia 21 de junho. Com ele, vem a queda da temperatura e a preocupação...

como limpar tartaro cachorro
22 de maio de 2020
Limpeza de tártaro: quando visitar o veterinário?

Você sabia que 80% dos cães com mais de 05 anos de idade sofrem com o acúmulo de tártaro?...